O seu filho sofre bullying na escola por causa da gagueira?

Você não está sozinho. Veja a iniciativa desse pai e inspire-se!

 

Email recebido em 26 de agosto de 2015

 

Dra. Daniela, boa noite.

Estou confirmando o recebimento do seu e-mail, e fiquei muito feliz em ter mais este apoio da Senhora.

Tenho um filho que tem gagueira, e por mais que procuro aqui na minha cidade não encontrei uma profissional que trata ou tratou de pacientes gagos, portanto peço a sua ajuda, se a Dra. conhece alguém aqui, para me passar o contato.

Tomei a liberdade e passei o seu email do Projeto Oficina de Fluência também para a coordenação do colégio onde meus filhos estudam.

Parabéns pelo belíssimo trabalho.

 

MENSAGEM PARA A ESCOLA
Sra. Coordenadora, boa noite.

Sou pai do aluno E. F.M., terceiro ano matutino.

Meu filho tem Gagueira, e não raro, sofre de Bulyng e outras brincadeiras, feita pelos coleguinhas, que é próprio da infância e da convivência.

Ele tem acompanhamento psicológico semanal e estamos esperando vaga para começar o tratamento  com uma Fonoaudióloga.

Na minha família nos esforçamos para dar todo o apoio, para diminuir a sua angústia por ser gago.

Faço parte de um grupo de profissionais e familiares que se auxiliam nesta tarefa.

Recebi um esboço de um Novo Projeto chamado Oficina de Fluência, que achei muito interessante, e ficaria imensamente feliz, se a Sra. analisasse, e pudesse fazer parte deste trabalho, junto com os professores, pois eu tenho quase que certeza, que não é só meu filho que tem disfluência no Colégio.

Poderíamos fazer um grupo de trabalho, que tenho a absoluta certeza do sucesso, bem como gostaria de ver o nome dessa escola sendo portador do selo ESCOLA AMIGA DA GAGUEIRA.

Tomei a liberdade e anexei o esboço do projeto para análise.

Se a senhora me der a honra, poderemos trocar umas idéias e colocar o projeto em andamento.

Muito obrigado pela atenção, e quero aqui deixar externado o meu apreço e admiração pelo belíssimo trabalho que a Sra. presta junto ao Colégio.

MEUS PARABÉNS.

Luiz

 

Email enviado em 27 de agosto de 2015

 

Luiz

Bom dia

Que fantástico o seu email para a escola. A participação de todos os envolvidos é essencial para que a gente consiga mudanças efetivas na conscientização e no respeito às pessoas que gaguejam. E, mais do que isso, você está dando um exemplo maravilhoso para o seu filho de como é que a gente pode tornar as coisas melhores.

Estou à disposição para conversar com a equipe pedagógica.

Gostaria da sua autorização para publicar a sua mensagem e inspirar outros pais a terem a mesma atitude. Podemos ocultar os nomes/telefones para garantir a privacidade. O que acha? Vamos juntos nessa transformação?

Com relação ao tratamento fonoaudiológico do seu filho, infelizmente não conhecemos nenhum profissional na sua cidade, mas estamos montando um curso de formação para aumentar a nossa Equipe.

Conte conosco

Um grande abraço

Daniela

 

Email recebido em 27 de agosto de 2015

 

Daniela, boa noite.

Para o seu conhecimento e acompanhamento, a Diretora do Colégio já está providenciando para que seja incluso este curso, para todas as professoras.

Tivemos hoje uma reunião muito proveitosa e dentro de dias eles irão entrar em contato com você.

Quanto a minha permissão para publicação da mensagem, use ela da melhor forma possível, com meu nome, endereço, fique a vontade.

Aliás, fico até lisonjeado com suas palavras, e no eu puder contribuir, para que todas as pessoas com gagueira, possam ser mais felizes e livres de traumas e preconceitos, estamos juntos.

Um grande abraço e em breve estaremos nos comunicando novamente.

Luiz

 

______________________________________________________

Para os pais que quiserem conversar com a gente:

 

Daniela Veronica Zackiewicz – daniela@oficinadefluencia.com.br

 

Luiz Gonzaga Mello – gonzagamello@hotmail.com

 

______________________________________________________

 

Estamos todos juntos nessa transformação!

Relacionados

Deixe seu comentário